segunda-feira, 14 de maio de 2007

AI DE NÓS, PORQUE NÃO TEMOS UM PAPA, MAS MUITOS!!!

Por ocasião da visita do Papa ao Brasil, fiquei a pensar sobre o seguinte tema. Nós, cristãos evangélicos, nos orgulhamos de não ter um Papa, infalível e único representante de Deus na terra...
Sinceramente, só pessoas que nasceram numa religião completamente desprovida de informações bíblicas, poderia ainda sustentar tal teoria.
Mas, infelizmente, não pude deixar de pensar nos outros "papas" que temos por aí. O "Papa" da denominação tal, o "Papa" da Igreja tal, enfim...
Fiquei um tanto apreensivo com isso, afinal, temos mais "Papas" do que a Igreja católica.
Tantos papas que assustam só de pensar. O problema maior é que nos tornamos idólatras de nós mesmos, dos nossos papas, dos papas da palavra.
Quem vai pregar hoje? Se for o Pastor (Papa) tal, eu vou. Se não for, eu não vou!
Papas que mandam e desmandam! Abafam os que podem vir a se tornar uma ameaça ao seu papado pessoal. Papas que gerenciam a Igreja inescrupulosamente.
Um desses "Papas" me disse uma vez: - Não que eu goste de pregar sempre. É que se eu não pregar, as pessoas não vêm à Igreja, Pastor Jaaziel. Por isso eu sou "fominha" pra pregar.

É mole?!?

Minha mãe sempre diz: - Meu filho, é melhor ouvir certas asneiras do que ser surdo!

Algumas vezes, ser surdo seria menos doloroso. O que podemos esperar de pessoas assim?
E olha que é um "papinha", pequeno, de uma paróquia pequena.
Mas já vi e ouvi coisas piores de "Papas" de grandes denominações, grandes Igrejas.

Será que Jesus aceitaria esse tipo de comportamento? Eu me pergunto: Será que Jesus aceitaria ganhar 30 salários mínimos para pastorear uma Igreja???
É isso mesmo! 30 SALÁRIOS MÍNIMOS!! É o que ganha um pastor (Papa) da minha cidade!
Não sou contra um pastor receber o digno salário pelo seu trabalho, mas convenhamos! Isso é absurdo! Imagine.
Tem Pastor-Papa que ganha mais que desembargador. Mais que o Presidente da República.
Meus amados. Temo que nestes últimos dias, a Igreja será alvo de uma devassa assustadora por parte da Receita Federal. Infelizmente, só vai sobrar para as Igrejas que não tiverem "Papas" com representante no Poder Legislativo, isto é, para as pequenas Igrejas.
As demais, tem o seu rabo preso com algum deputado ou outro político qualquer.

Infelizmente, ai de nós, porque não temos um Papa, mas muitos. A despesa é proporcionalmente maior para nós. Quem sempre sai perdendo, infelizmente, é o Evangelho do Reino que nunca pregou nada disso.

Que Deus nos ajude a sermos libertos do verdadeiro papado que nos aprisiona, o papado dos pequenos impérios evangélicos.

Um comentário:

Leno disse...

Ola Grande homem de Deus, como vai? fiquei faliz em ver seu blog... sao temas atuais que edificam nossas vidas, pelo menos nos fazem pensar um pouco.
como vai a familia? e as lindas meninas? um forte abraço
Leno Franco

Compartilhe