terça-feira, 29 de setembro de 2009

DEPOIS DIZEM QUE CANDOMBLÉ E DEMAIS RELIGIÕES AFRO, SÃO HOSTILIZADAS PELOS EVANGÉLICOS.

29/09/2009 - 11h13

Mãe é acusada de matar os filhos em ritual de magia negra em Maceió

Carlos Madeiro
Especial para o UOL Notícias
Em Maceió

Duas crianças foram mortas durante um suposto ritual de magia negra na madrugada nesta terça-feira (28), no bairro do Tabuleiro do Martins, periferia de Maceió (AL). Segundo a Polícia Civil, elas foram assassinadas pela própria mãe, a dona de casa Arlene Regis dos Santos, 35. O terceiro filho da mulher, de 15 anos, conseguiu fugir para casa de vizinhos antes de ser atacado.

Segundo a polícia, os menores foram encontrados mortos de mãos dadas. Abelardo Pedro Nobre, 11, e Anthony Pedro Santos, 7, foram mortos a facadas e um deles tinha sinal de estrangulamento. Arlene foi presa em flagrante e levada para a Deplan (Delegacia de Plantão) 2, onde contou à polícia que "não se lembra de ter cometido os assassinatos porque estava possuída por uma entidade".

De acordo com os policiais, na casa onde ocorreu o crime foram encontradas fotos das crianças, comida espalhada pela casa e velas acesas junto a imagens de personagens do candomblé. Segundo o delegado Antônio Carlos Lessa, o cenário era "macabro". "Estamos investigando se o caso se trata de um ritual de magia negra, mas já temos informações sobre o comportamento dela", explicou.

Em depoimento, Arlene confirmou que há dez anos frequentava um terreiro de macumba, mas estava se convertendo à Igreja Universal do Reino de Deus.

Lessa informou ainda que teve de pedir apoio à equipe médica para aplicar uma medicação para a acusada se acalmar. Ao chegar na casa, os policiais afirmam que ela disse, em tom de voz grave: "está vendo o que eu fiz com os filhos dela?".

O delegado ainda afirmou que Arlene dos Santos chegou à delegacia muito agitada e aparentava estar possuída por um espírito. "Ela alterou o tom da voz e estava revirando os olhos. Foram quatro pessoas e o Samu para conter a fúria dela", relatou o delegado, que deve indiciar Arlene por duplo assassinato e tentativa de homicídio.

Segundo relatos dos vizinhos, que acionaram a polícia, Arlene estava se separando do marido e as brigas eram ocasionadas por motivos religiosos. Os vizinhos contaram aos policiais que o casal havia discutido durante a noite. Segundo o marido, Abelardo Pedro, a esposa insistia em rituais religiosos estranhos e costumava apresentar um comportamento agressivo e destruidor quando incorporava entidades.

COMENTÁRIO DO PR. JAAZIEL MARCELO:
Eu nem preciso dizer o quanto é revoltante este tipo de notícia. Outro detalhe imbecil é o fato de tudo ser ainda uma mera "SUPOSIÇÃO"!. Espere aí!:
1) As crianças foram mortas pela própria mãe;
2) Ela diz não se lembrar de nada;
3) Ela estava possuída quando a polícia chegou;
4) Os vizinhos disseram que as brigas do casal, eram de motivação religiosa;
5) O marido disse que ela tinha comportamento estranho quando incorporava entidades;
6) Disse ainda que insistia em rituais religiosos estranhos;
7) Frequentava terreiro de macumba.

DEPOIS DE TUDO ISSO, a notícia vem me dizer que tudo é apenas uma SUPOSIÇÃO???
Ah, tenha dó!!!
Porque os representantes de religiões afro não se manifestam agora para explicar o que aconteceu?
Onde estão os "Pais de Santo" que anunciam toda sorte de benesses e serviços espirituais?
Quem vai responder pelo "terreiro de macumba"?
A polícia vai investigar o chefe do terreiro?
Essas e outras perguntas que não querem calar, continuam sendo negligenciadas há séculos.
MOTIVO: As religiões de origem africana são uma daquelas MINORIAS que estão se tornando verdadeiros "Golias" diante da inércia da sociedade e dos poderes que regem nossa Nação!

Que o Eterno tenha misericórdia destas vidas! Quanto às crianças, estão nos braços do Nosso Senhor e Salvador Jesus!

Maranata! Ora, Vem, Senhor Ieshua!

Pr. Jaaziel Marcelo

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

HOMOSSEXUALIDADE: A BÍBLIA NÃO CONDENA? QUEM DISSE ISSO??


Agora não falta mais nada mesmo! (ou será que ainda falta?).
Que tal espalharmos outros cartazes com os dizeres: "Pecado: a Bíblia não condena".
Daí, fica até mais fácil e atrativo fazer parte de qualquer Igreja.

Isto é um absurdo sem tamanho!!!

Na verdade, a Bíblia não somente condena o homossexualismo, como também o lesbianismo, o adultério, a fornicação, a relação sexual com animais, enfim, tudo o que desaponta e é contrário à natureza da criação de Deus. (Guarde bem esta expressão!)

Já dizia um amigo: se Deus fosse favorável ao homossexualismo, teria criado Adão e Ivo e não Adão e Eva.

Além das tradicionais aberrações bíblicas, como: Davi e Jônatas tiveram um relacionamento homossexual, as palavras gregas foram deturpadas pelos tradutores da Bíblia, agora achei um tanto imbecil a forma como foram tratadas algumas terminologias, como por exemplo, esta do livro de Levítico:
"Com um homem não te deitarás, como se fosse mulher. É uma abominação." Lv. 18.22.
O argumento: a palavra abominação só era utilizada em relação à idolatria e, mais ainda, nos escritos sacerdotais.

Infelizmente, o defensor desta baboseira teológica, faltou na aula de hermenêutica, (se é que o teve).
Senão, vejamos:
"Todos os insetos alados que andam sobre quatro pés, serão para vós uma abominação." Lv 11:20
"Mas todos os outros insetos alados que têm quatro pés, serão para vós uma abominação." Lv 11.23
"Também todo animal rasteiro que se move sobre a terra será abominação; não se comerá. " Lv 11.41
"Com um homem não te deitarás, como se fosse mulher. É uma abominação." Lv. 18.22.
"Se um homem se deitar com outro homem, como se fosse com mulher, ambos terão praticado abominação; certamente serão mortos; o seu sangue será sobre eles." Lv 20.13
"Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher, porque qualquer que faz isto é abominação ao Senhor teu Deus." Dt 22.5
"Porque o perverso é abominação para o Senhor, mas com os retos está o seu segredo." Pv 3.32

Enfim, todos os textos acima utilizam a mesma palavra no hebraico e não estão todos relacionados à idolatria, como argumenta um dos "pastores homossexuais".

Em relação ao texto abaixo, extraído da carta do apóstolo Paulo aos Romanos 1. 22-28, que diz:

"Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro.
E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm."

Argumentar também dizendo que a prática não é "contrária a natureza deles" também não cola. Jesus é muito claro em apresentar o relacionamento sexual natural humano, no Evangelho Segundo Mateus 19.4-6:
"Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem."

Isto posto, fica o desafio: não é preciso ser um teólogo, nem detentor de um Q.I. acima da média, para analisar exegeticamente os textos e todo o contexto da Bíblia.

A Bíblia não somente condena a prática homossexual no Antigo Testamento, como também no Novo Testamento.

Portanto, não é uma assertiva da lei mosaica colocada de lado pela graça. A graça não invalida a importância da Lei. Apenas muda seu caráter restritivo e punitivo para o status de lei cumprida na pessoa bendita de Jesus Cristo.

Além de outros textos bíblicos, que poderiam ainda ser utilizados aqui pormenorizadamente, para elucidação de qualquer dúvida. Mas, entendo ser o suficiente para a conclusão já antecipada.

Restam dois sentimentos: o primeiro de frustração e decepção em saber que a distorção da Palavra de Deus (prática tão habilmente utilizada pelo diabo), continua sendo um risco a fé cristã; o segundo sentimento, o de alegria em saber que a volta de Jesus se aproxima numa velocidade tremenda, pois está escrito:
"E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." Mateus 24.22-24.

Que o Eterno tenha misericórdia destas vidas, enganadas por pessoas que não tem coragem, nem ousadia e comprometimento para abandonar o pecado "que tão de perto nos rodeia", para assumir um compromisso público ao lado da verdade. Ora, irmãos, nada podemos contra a verdade. Conheçam a Verdade (que é Jesus Cristo) e a Verdade vos libertará!

Pr. Jaaziel Marcelo





quarta-feira, 9 de setembro de 2009

PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA EM ISRAEL!

Impressionante!!!

VÍDEO MOSTRANDO PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA À JUDEUS MESSIÂNICOS EM ISRAEL!

OREMOS POR ELES PARA QUE O ETERNO LHES DÊ FORÇA PARA VENCER ESTAS BATALHAS!!



Compartilhe